terça-feira, 3 de junho de 2008

eu sou uma moça polida,
mas em cada instante da minha vida,
dessa vida de impropérios mensais,
surgem problemas e crises,
amigos, romances e disse-me-disse
que me sufocam e me removem da mesmice de ser quem sou,
dessa monotonia de cores, de ruas e dores, falsos amores, verdadeiras ilusões



Paula

Um comentário:

Frodo disse...

Nossa, Paulinha, quanto tempo!... E aí, como anda a vida? O namoro continua firme? Faço votos de que tenhas sido feliz por esses dias...
Grd beijos, e volte quando tiver vontade.