sexta-feira, 20 de junho de 2008

um estouro para Charles B.
(em agradecimento)

não é que eu consiga verbalizar de forma tão rasgada quanto ele, mas um estouro é um estouro em qualquer lugar; alguns ouvem mais alto, outros, mais baixo, é claro, mas um estouro ainda é um estouro em qualquer lugar.
"as pessoas não são boas umas com as outras.
as pessoas não são boas umas com as outras.
as pessoas não são boas umas com as outras.
suponho que nunca serão.
não peço para que sejam."


eu não sou bom com o outro
às vezes, sou bom com o outro
suponho ser bom com o outro
eu peço para ser bom com o outro.


"enquanto isso eu olho para as jovens garotas
talos
flores do acaso"
e penso que elas estão por aí, sozinhas -

reminiscências de momentos funestos...

"há tamanha solidão no mundo
que você pode vê-la no movimento lento dos
braços do relógio."

(em construção)
Paula

Um comentário:

Gabriela disse...

Que lindo Plix!