quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Há dias que são só partículas
desterro
orgia de cores
difusas
profundas
do meu coração se faz um nó

parece um conglomerado de verve às vezes
uma profusão de cheiros dos quais a existência se compõe

fora isso, esses dias não são nada
foram os dias, restou esse atraso



Paula

3 comentários:

Eu? Nós? disse...

É, tem dias que nem precisavam ter amanhecidos..

F.A. disse...

cores,
para esses dias incolores
sons
para esses corpos sem voz
você
para esse mundo tão despoético

(adorei)

Roberto Borati disse...

nada de olhar para o relógio, deixe tudo antes do amanhecer, baby.