quarta-feira, 28 de abril de 2010

calma
calma
que tudo que transparece aos cuidados de outrora está

suaviza
se limita ao corpo solene que roça a toalha de mesa

aqui tudo está
fecha as cortinas e permanece do lado de fora delas

chove
transborda

soluciona


2 comentários:

Roberto Borati disse...

não esqueça de uma mão ou duas, tá?

Cassiana disse...

vou ler isso várias vezes ao dia.
preciso

[novo visual né! gostei]

beijo