quarta-feira, 18 de agosto de 2010

cuspe

um cigarro
não me adianta meu bem
uma briga
também não
andar
parece que não
o que é que me antecipa então?
isso não é TPM
é a flor da pele
meu irmão!
essa música
lasciva
lancinante
esse calor...
essa caneta
na minha mão...
você não percebe
não é?
não vê meus punhos latejando
não vê meu peito disparado
não me obriga a reciclar poemas ou só conseguir empobrecer minha rima
não vê que já virou outra história?
que eu já tô escrevendo novos versos?
que o que era de um pode servir pro outro?
que o que sinto pelo outro nunca foi do um?
eu não sei escrever
me esqueci de todas as regras que aprendi há muito tempo
e não quis saber das que inventaram outro dia
mas preciso largar as palavras
falar com elas
antes que eu vire um ralo de box, cheio de cabelo
sem soda cáustica que dê jeito.

2 comentários:

Mi disse...

Ralo cheio de cabelo é nojento!

Mas gostei!!!!!!!!!!!

Póla disse...

ainda bem que você não sabe escrever. destoa, destoa, espuma.