quarta-feira, 25 de agosto de 2010

dedos a postos.

um instante.
um estalo.

senta aos pés do meu ouvido





Um comentário:

F disse...

Gosto tanto do que escreve, delicado e forte.